Arquivo do mês: junho 2013

Vândalos! Vândalos? Vândalos!!

Na onda de tomada de consciência que assola o planeta, vemos a população do Brasil buscar as ruas para fazer seu protesto. Muito adequadamente, o movimento no Brasil foi reconhecido como aquele do gigante que se levanta, em oposição ao … Continuar lendo

Publicado em Artigo | Deixe um comentário

Olhos

Para Fê de Paula, o  poeta.  OlhOs   Olhos vazios de imagens externas ou internas, olhos que desafiam universos e desfiam tédio, barrancos de abismos não adivinhados, espólios de nadas no deserto da alma.   Olhos, olhos orbitais em vazias … Continuar lendo

Publicado em Poesia | Deixe um comentário

Da dor e do prazer do amor

Da dor e do prazer do amor Vinícius, o enamorado/namorador/amante/amador por excelência talvez tenha feito o mais honesto retrato do que é ser amante enamorado no poema-canção Minha Namorada. Observe-se que apesar das delícias, dos transportes a outros universos com … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Uva

  Bebo do vinho que calcas aos pés desnudos de dúvidas, plenos da certeza do esmagar as uvas pejadas de suco. Na permanência da dúvida divido dor e delícia: o lagar e seu suco. No líquido rubro que em diáfana … Continuar lendo

Publicado em Poesia | Deixe um comentário

Estelares

Perdido no vácuo da paixão me dou, me deixo levar em vela lunar no protomagnetismo da alucinação iluminado em poeira de estrelas. Raios, ondas de luz, de lua, de luminescências e luminâncias em e sem brilho próprio, arrastado em rabo … Continuar lendo

Publicado em Poesia | Deixe um comentário