Arquivo do mês: julho 2009

Exíguo

  EXÍGUO   Só tenho o que me cabee só me tenho onde me caibo.Nem mais, nem menos.Na justa medida, existo.Me basto no quase nada de mim.

Publicado em Poesia | 1 Comentário

Dark

                      Dark visão estéticado estático— anti-flash:exercício de não-luz

Publicado em Poesia | Deixe um comentário

Fluxo

Fluxo(pelo aniversário de jj. leandro)   Passatempo… passatempo deglutição de atos / reflexos fatos / repetecos patéticos ecos passatempo… passatempo pasargada extática no devaneio do vento.

Publicado em Poesia | Deixe um comentário

Exótico

Exótico   De repente d    e        r          r              ama luz, em flash, num átimo, explosivamente como luz dos olhos, feito sorriso-íris, feito estrias luminescentes, incendiadas, incensadas, insensatas: um beijo com o olhar.

Publicado em Poesia | Deixe um comentário

A pau e pedra

A pau e pedra     Nudeço-me de quaisquer pós de poesia, desço fundo na mais chã das posições; me faço terra. Pior: me faço chão. Encrudeço-me, desumano, elemento-me, cru e duro, enrocho-me feito peixe petrificado. Empedro-me coração e alma; … Continuar lendo

Publicado em Poesia | 3 Comentários