Arquivo do mês: setembro 2008

ciberlove

ciberlove   cibercafémouseclick orkutcutmeiotalk {retrato}megapixel youintube touchmyheart clicknético mousesemfio megapaixãobytes ciclos&ciclos arrebitsemsupervias deinformação deformação tilt! fotodefinidaemphotoshopping pelelisaveludo sorrisopérolapantone7541 cibercaféamaro coraçãofragmentoemmegatons pantonepurpleC endofmsn    

Publicado em Poesia | 2 Comentários

Sob medida

Sob medida Linha e agulha em tua mão,me consubstanciona alvura do algodão,cru, rude, áspero,que ao contato de teu toquese amacia em seda,se amolda no moldepróprio com que te vestes.Recorto-me, sem sangue,perco partes,me desfaço de alinhavos,me remonto, me dobro,me deixo passar … Continuar lendo

Publicado em Poesia | 1 Comentário

Ciber… nético

Ciber…nético   Gb em anos-luz que se desdobram nos spins: amor virtual nos bits & bytes das nets e afins.

Publicado em Poesia | Deixe um comentário

Arvorecer

Arvorecer   O ipê arvorece a manhã no amarelo surreal. Van Gogh brinca de amarelinha na copa de ouro, enquanto araras pintam vermelhos no céu. Um palhaço ébrio de ternura espalha, generoso, cores de alegria pelo ar. O hálito da … Continuar lendo

Publicado em Poesia | 1 Comentário

Natividade

NATIVIDADE   No mapa das garatujas dos becos, das ruas traçadas tortas, curvas, apuradas nas retortas da vontade dos coronéis vejo arcos, eiras e beiras enfeitando a rota do tempo.  No fio de ouro da memória o artífice tece filigranas … Continuar lendo

Publicado em Poesia | 2 Comentários