Arquivo do mês: junho 2008

Política, politicarte, politicalha, politicáustica

Pra não dizer que não falei de política, aí vai: a questão política é antiga de milênios em toda a gama que o título comporta. Basta consultar alguns documentos antigos e vamos ver a demagogia grassar pela Grécia Antiga, espalhada … Continuar lendo

Publicado em Artigo | 4 Comentários

cacos

Cacos   Compro uma pedra de felicidade — cinco paus! pedra, cachimbo, fogo e fico craque, crac.   Fumo, fumaça invasão de sonho, delírios de graça, crac, craque.   Quebro a agonia, mastigo espaços, me lanço no lance me craco, … Continuar lendo

Publicado em Poesia | 2 Comentários

poema

grumos olhares que remetem a terras devastadas brotam de fontes turvas e escorrem líquidos sobre faces gretadas. Até quando resistirão, insistirão líquidos os rios interiores?

Publicado em Sem categoria | 1 Comentário

Poema

água marinha   água de pedra, água de pedra, diamante líquido isótopo mineral água de pedra, água de pedra, gota do mar de dentro lágrima de sal

Publicado em Poesia | 3 Comentários