Arquivo do mês: dezembro 2007

Melífluo

    Caros amigos, em término de jornada, nesse 2007 que se esgota, deixo-vos este poema insinuante e ao mesmo tempo doce. Brindemos ao amor, à paixão, ao sonho ainda possível e recebamos 2008 de braços, corações, e corpo abertos.                                Vou insinuar-me … Continuar lendo

Publicado em Poesia | 1 Comentário

Jesus Vivo

  Da fonte de estrelas, Da excelsa luz que brota, Desce raio de luz, à matéria ignota.   Eis que o planeta Terra Num frêmito de alegria Canta alvíssaras à luz Que anima a carne: Jesus.   Nasce no escuro … Continuar lendo

Publicado em Poesia | 3 Comentários

HDTVi

  Pela janela virtual o mundo visita meus olhos: um click transmuta desertos em relva macia; outro click transforma desejo em satisfação garantida. Falo com a TV interativa, inteira e ativa que vende sonhos: PLASMA TV LCD — matriz na … Continuar lendo

Publicado em Poesia | 2 Comentários

Dezembro

Porque é dezembro e o céu se abriu e jorrou suas lágrimas; porque é dezembro e o ano principia a findar; porque é dezembro e há um notável alvoroço no ar; porque é dezembro e os mendigos terão papelão extra para … Continuar lendo

Publicado em Poesia | Deixe um comentário