Arquivo do mês: maio 2007

Rosácea

Que tão macias pétalas você despetala no caminho por onde passo… Serão pétalas de saudade? de desejo? de vontade em trocar um beijo? Serão pétalas de desejo! Amo tuas pétalas e as rosas que elas perfazem, rubras, entreabertas e carnudas. Sedosas … Continuar lendo

Publicado em Poesia | 3 Comentários

Trabalho

Há tantas eras persiste o suor e o martírio nas costas curvadas dos que constroem o mundo.   Mãos que se esfolam, mãos que se enrijecem, mãos que esmolam o pão nosso de cada dia.   Pés que se arrastam, … Continuar lendo

Publicado em Poesia | 4 Comentários