Arquivo do mês: setembro 2006

Viollete

Completamente comprometido com o ócio, visitava, em férias, uma das mais brilhantes esquinas do mundo, o Rio de Janeiro. Paulista pela própria natureza, deixava-me encantar pela natural beleza do lugar, o sol (quase em excesso), a delícia que nos advém … Continuar lendo

Publicado em Contos | 4 Comentários

Amor total

Como os lírios do campo, olhai também as tulipas no campo ou no tampo da mesa. Olhai minhas incertezas e as fulgurantes claridades que me acende este amor. Olhai, olhai meus sorrisos, os devaneios sem fim.   Senti meu coração … Continuar lendo

Publicado em Poesia | 2 Comentários

Alma

A luz de meus dias é forjada na noite; e o amor que te tenho, nasce do limbo. Como a borboleta rompe o casulo, assim a vida irrompe, mais rica no espírito, viajando de há muito por entre as brumas. De … Continuar lendo

Publicado em Poesia | 1 Comentário

Armário

No armário do peito guardei-escondi as emoções de festa, as emoções de luto, os amores enfatuados, os libertinos, os desesperados.   E as paixões desenfreadas -ou quase- refreei-as, contive-as, comprimi-as.   No armário da memória, profile das reminiscências, deletei os caminhos … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | 3 Comentários